CATÁLOGO

Um completo e interessante compêndio das moedas e cédulas brasileiras de todas as épocas.

QUAL MOEDA?

Encontre em nosso catálogo a moeda que você está procurando:
ano/era
valor facial
material

CURIOSIDADES

Você sabia que no século 19, usava-se uma escala impressa em papel para medir moedas...
- A Escala de Mionnet
- A História do Cifrão
- Reformas Monetárias
- Cara ou Coroa?

A MOEDA NO TEMPO

A história da moeda no Brasil contada através dos anos desde os tempos coloniais até os dias de hoje.

Catálogo das Moedas Brasileiras

Rs 0$500 Mil-Réis
x
Imagens: Coleção Eduardo Rezende
DESCRIÇÃO
Regente Feijó
ANVERSO
O busto do Regente do Império Diogo António Feijó circundado pela inscrição REGENTE FEIJÓ. Regente do Brasil de 1835 a 1837. Sigla do gravador Calmon Barreto.
REVERSO
No centro, uma coluna coríntia encimada pela inscrição circular BRASIL entre dois filetes. À esquerda do campo, o valor 500 e, à direita, a palavra RÉIS em posição horizontal. No exergo, a data. Sigla do gravador Walter Toledo.
PADRÃO MONETÁRIO
MIL-RÉIS (de 08/10/1833 a 31/10/1942)
O MIL-RÉIS foi oficializado em 08.10.1833, através da Lei n° 59 assinada no 2° Império, pela Regência Trina durante a menoridade de D.Pedro II. Mil-réis passou a designar a unidade monetária e réis os valores divisionários.
PERÍODO POLÍTICO
República, Era Vargas (1930-1945)
Período em que Getúlio Vargas governou o Brasil por 15 anos ininterruptos. Caracterizado pelas inúmeras alterações que Vargas fez no país, tanto sociais quanto econômicas.
LIMITES GEOGRÁFICOS
Nacional
ORIGEM
Casa da Moeda, Rio de Janeiro
CARACTERÍSTICAS
Material: bronze alumínio
Diâmetro: 22,8 mm
Peso: 3,90 g
Espessura: 1,50 mm
Bordo: serrilhado
Eixo: reverso medalha (EV)
OBSERVAÇÕES
Disco fino.
EMISSÕES KM# 533
ano produção CRMB Prober Amato Vieira Bentes obs.
1935 14.999 1935-B-500 L-2026 V.152 BA-23 641.01
Citação das fontes de códigos de referência de moedas:
KM# é código de referência de Krause-Mishler do Standard Catalog of World Coins, 2014
CRMB é código de referência proposto por este site - Código de Referência das Moedas Brasileiras
Prober extraido do Catálogo das Moedas Brasileiras, de Kurt Prober, 3ª. edição, 1981
Amato extraido do Livro das Moedas do Brasil 1643 até o presente, de Amato/Neves/Russo, 12ª. edição, 2009
Vieira extraido do Catálogo Vieira - Moedas Brasileiras, de Numismática Vieira, 14ª. edição, 2012
Bentes extraido do Catálogo Bentes - Moedas Brasileiras, de Rodrigo Maldonado, 1ª. edição, 2013
Fontes dos códigos de referência das moedas:
KM#, Standard Catalog of World Coins, Krause-Mishler, 2014
CRMB, deste site, Código de Referência das Moedas Brasileiras
Prober, Catálogo das Moedas Brasileiras, Kurt Prober, 3ª. edição, 1981
Amato, Livro das Moedas do Brasil, Amato/Neves/Russo, 12ª ed., 2009
Bentes, Catálogo Bentes, Rodrigo Maldonado, 1ª. edição, 2013
×

A série: 1935-1935 Ilustres, 1ª. série, 1ª. emissão

Em 1935, a Casa da Moeda começou cunhar moedas com imagens de brasileiros ilustres e introduziu novos tipos de valores de 500, 1000 e 2000 réis.
As autorias foram de Walter Rodriques Toledo (sigla WT), Calmon Barreto de Sá Carvalho (sigla CB) e Leopoldo Alves de Campo (sigla LC).

×

Rs 0$500 (Mil-Réis)

Regente Feijó

Diogo Antônio Feijó
Diogo Antônio Feijó, também conhecido como Regente Feijó ou Padre Feijó, foi um sacerdote católico e estadista brasileiro. Considerado um dos fundadores do Partido Liberal.
Nascimento: São Paulo, 17 de agosto de 1784
Falecimento: São Paulo, 10 de novembro de 1843

Wikipedia


Moedas Brasileiras / Moedas do Brasil / MoedasDoBrasil
Copyright © 2011-2024 Netfenix  -