4¬ļ. Centen√°rio da Coloniza√ß√£o do Brasil - 1932

Por ocasi√£o do 4¬ļ. centen√°rio da coloniza√ß√£o do Brasil, em 1932, coloniza√ß√£o esta que teve in√≠cio efetivo em 1532, somente 32 anos ap√≥s o descobrimento do Brasil, tendo como marco a funda√ß√£o da Vila de S√£o Vicente, a atual cidade de S√£o Vicente, estado de S√£o Paulo, foi lan√ßada uma s√©rie de 6 moedas com motivos relativos √† √©poca. Tamb√©m conhecidas como "Vicentinas" em alus√£o √† cidade fundada.

Confeccionadas em 1932 e assinadas por Calmon Barreto (sigla CB), a série foi apresentada nos valores de 100, 200 e 400 réis em cuproníquel, 500 e 1000 réis em bronze-alumínio e 2000 réis em prata. Esta série é considerada como sendo as primeiras moedas cunhadas no período Vargas.

100 réis, cuproníquel, 21 mm - De um lado, a efígie do cacique Tibiriçá - o primeiro índio catequisado pelo padre jesuíta José de Anchieta - e, do outro, adornos indígenas.

200 réis, cuproníquel, 25 mm - Exibe, de um lado, a Esfera Armilar - símbolo da ciência náutica adotada como pavilhão das naus que faziam a carreira do Brasil e, do outro, uma nau portuguesa.

400 r√©is, cupron√≠quel, 30 mm - Mapa representativo do Tratado de Tordesilhas onde estabeleceu-se um meridiano situado a 370 l√©guas a oeste das ilhas de Cabo Verde, nas costas da √Āfrica, sendo que as terras a oeste pertenceriam √† Espanha, e as a leste seriam de Portugal. No reverso, a Cruz da Ordem de Cristo que adornava as velas das caravelas que exploravam os mares desconhecidos.


500 réis, bronze-alumínio, 22,5 mm - Imagem de João Ramalho, aventureiro e bandeirante português que colaborou com a fundação de São Paulo. No lado oposto, um gibão (vestimenta) bandeirante. Esta moeda é popularmente conhecida como "casaquinha", "coletinho" ou "camisolão".

1000 réis, bronze-alumínio, 26,7 mm - Efígie de Martim Afonso de Sousa, primeiro colonizador das terras brasileiras e governador da capitania hereditária de São Vicente. No reverso, as armas de Martim Afonso de Sousa.

2000 réis, prata, 26 mm - Busto de D. João III, o Colonizador, rei de Portugal. No verso, escudo real de D. João III.

fonte: Wikipédia; imagens coleção Eduardo Rezende

veja, também

----------------------------------------------------------------------------------------------------
Moedas Brasileiras / Moedas do Brasil / Moedas Nacionais / MoedasDoBrasil Copyright ¬© 2011-2023 Netfenix  
Reportar erros. Clique aqui! 20221024-0

Um completo e interessante compêndio das moedas brasileiras de todas as épocas.

Encontre em nosso catálogo a moeda que você está procurando:
ano/era
valor facial
material

No século 19, usava-se uma escala impressa em papel para medir moedas...

- A Escala de Mionnet
- A História do Cifrão
- Reformas Monet√°rias
- Cara ou Coroa?


A história da moeda no Brasil contada pelo Banco do Brasil, a história do dinheiro no Brasil contada pelo Banco Central do Brasil e a história das moedas brasileiras contadas por nós.

- Níveis de conservação
- Conservação das moedas
- Coroa Alta e Coroa Baixa
- Graus de Raridade
- Siglas de Gravadores
- Anversos e Reversos
- Ensaios e Provas
- Eixos e Reversos
- Legendas e Inscri√ß√Ķes
- Materiais e Metais
- Moedas de Cobre
- Descobrimento do Brasil
- Colonização do Brasil
- D. Pedro II do Brasil
- e ainda mais...