CATÁLOGO

Um completo e interessante compêndio das moedas e cédulas brasileiras de todas as épocas.

QUAL MOEDA?

Encontre em nosso catálogo a moeda que você está procurando:
ano/era
valor facial
material

CURIOSIDADES

Você sabia que no século 19, usava-se uma escala impressa em papel para medir moedas...
- A Escala de Mionnet
- A História do Cifrão
- Reformas Monetárias
- Cara ou Coroa?

A MOEDA NO TEMPO

A história da moeda no Brasil contada através dos anos desde os tempos coloniais até os dias de hoje.

Catálogo das Moedas Brasileiras

R 40 Réis
x
Imagens: Victor Scofield, Angelini Coins, SNB
ANVERSO
Carimbo de 40 réis, tipo I
REVERSO
Carimbo imperial, tipo I
PADRÃO MONETÁRIO
RÉIS (até 08/10/1833)
Originado no período Colonial por influência do monetário português, não se tratava de uma moeda genuínamente brasileira. Foi aproveitado do padrão português, sem fundamentação legal no Brasil.
PERÍODO POLÍTICO
Império, D. Pedro I - 1º. Reinado (1822-1831)
Período em que D. Pedro I governou o Brasil como Imperador, compreendendo o período entre 07.09.1822, data em que D. Pedro I proclamou a independência do Brasil, e 07.04.1831, quando abdicou do trono brasileiro.
LIMITES GEOGRÁFICOS
Nacional
ORIGEM
Casa da Moeda, Rio de Janeiro
CARACTERÍSTICAS
Material: cobre
OBSERVAÇÕES
Carimbo de 40 réis sobre moeda de XX réis
EMISSÕES
ano produção CRMB Prober Amato Vieira Bentes obs.
1822 n/d 1822-C-040x1 C.565 data provável do carimbo, valor do carimbo
Citação das fontes de códigos de referência de moedas:
KM# é código de referência de Krause-Mishler do Standard Catalog of World Coins, 2014
CRMB é código de referência proposto por este site - Código de Referência das Moedas Brasileiras
Prober extraido do Catálogo das Moedas Brasileiras, de Kurt Prober, 3ª. edição, 1981
Amato extraido do Livro das Moedas do Brasil 1643 até o presente, de Amato/Neves/Russo, 12ª. edição, 2009
Vieira extraido do Catálogo Vieira - Moedas Brasileiras, de Numismática Vieira, 14ª. edição, 2012
Bentes extraido do Catálogo Bentes - Moedas Brasileiras, de Rodrigo Maldonado, 1ª. edição, 2013
Fontes dos códigos de referência das moedas:
KM#, Standard Catalog of World Coins, Krause-Mishler, 2014
CRMB, deste site, Código de Referência das Moedas Brasileiras
Prober, Catálogo das Moedas Brasileiras, Kurt Prober, 3ª. edição, 1981
Amato, Livro das Moedas do Brasil, Amato/Neves/Russo, 12ª ed., 2009
Bentes, Catálogo Bentes, Rodrigo Maldonado, 1ª. edição, 2013
×

A série: 1822-1822 Carimbos Primitivos do Império - Cobre

José Serrano Neto, Fábio de Souza, SNB

O Decreto ou a Lei que autorizaram sua criação e aplicação são totalmente desconhecidos. Pode-se concluir apenas que são posteriores ao dia 1º de Dezembro de 1822, data em que a coroa real foi substituída pela coroa imperial, representada no anverso dos referidos carimbos.
A falta de informações relacionadas aos carimbos pode também ser atribuída à destruição de documentos da Casa da Moeda do Rio de Janeiro, nos vários incêndios ocorridos, tendo destaque o de 1º de Outubro de 1836, no qual foram
perdidos grande parte dos arquivos e da seção de gravura de cunhos.
Os chamados Carimbos Primitivos do Império, ou Carimbos da Independência, são contramarcas bifaciais aplicadas em moedas de cobre brasileiras. Apresentam no anverso a Coroa Imperial, abaixo dela o valor, ladeado à esquerda por um ramo de café com frutos e à direita por um ramo de fumo, com 3 flores na ponta. No reverso, o Escudo com fundo tracejado verde, dentro deste um anel de estrelas
e dentro do anel, a esfera armilar sobreposta à Cruz da Ordem de Cristo.


Moedas Brasileiras / Moedas do Brasil / MoedasDoBrasil
Copyright © 2011-2024 Netfenix  -