CATÁLOGO

Um completo e interessante compêndio das moedas e cédulas brasileiras de todas as épocas.

QUAL MOEDA?

Encontre em nosso catálogo a moeda que você está procurando:
ano/era
valor facial
material

CURIOSIDADES

Você sabia que no século 19, usava-se uma escala impressa em papel para medir moedas...
- A Escala de Mionnet
- A História do Cifrão
- Reformas Monetárias
- Cara ou Coroa?

A MOEDA NO TEMPO

A história da moeda no Brasil contada através dos anos desde os tempos coloniais até os dias de hoje.

Catálogo das Moedas Brasileiras

R 0$960 Réis
x
Imagens: Numismática Bentes
ANVERSO
JOANNES. D. G. PORT. P. REGENS. ET. BRAS. D
REVERSO
SIGN. STAB. NATA. SUBQ. (legenda invertida, o correto seria SUBQ. SIGN. NATA. STAB.)
PADRÃO MONETÁRIO
RÉIS (até 08/10/1833)
Originado no período Colonial por influência do monetário português, não se tratava de uma moeda genuínamente brasileira. Foi aproveitado do padrão português, sem fundamentação legal no Brasil.
PERÍODO POLÍTICO
Colônia, D. João - Príncipe Regente (1799-1816)
Oficialmente regente em nome da mãe rainha D. Maria I, por demência desta, a partir de 1799. Auxiliou a Espanha na Campanha do Rossilhão. Não aderiu ao bloqueio continental napoleônico, na qualidade de aliado do Reino Unido, o que custou a invasão do reino e mudança da corte para o Brasil. Regressou com a revolução liberal do Porto, onde jurou a constituição. Nesse período, o Brasil produziu moedas para circulação em Angola, Moçambique e São Tomé & Príncipe.
LIMITES GEOGRÁFICOS
Colonial p/ circulação geral
ORIGEM
Casa da Moeda, Rio de Janeiro
CARACTERÍSTICAS
Material: prata
Diâmetro: 40,0 mm
Peso: 26,89 g
Bordo: serrilhado
Titulagem: Ag 916 2/3
Eixo: reverso medalha (EV)
OBSERVAÇÕES
Variante com legenda alternada: SIGN. STAB. NATA. SUBQ. ao invés do original SUBQ. SIGN. NATA. STAB. (SUB QUO SIGNO NATA STABIT = Sob esse sinal nasceu e permanecerá)
EMISSÕES
ano produção CRMB Prober Amato Vieira Bentes obs.
1815 n/d 1815-P-960v P.425B 333.08
Citação das fontes de códigos de referência de moedas:
KM# é código de referência de Krause-Mishler do Standard Catalog of World Coins, 2014
CRMB é código de referência proposto por este site - Código de Referência das Moedas Brasileiras
Prober extraido do Catálogo das Moedas Brasileiras, de Kurt Prober, 3ª. edição, 1981
Amato extraido do Livro das Moedas do Brasil 1643 até o presente, de Amato/Neves/Russo, 12ª. edição, 2009
Vieira extraido do Catálogo Vieira - Moedas Brasileiras, de Numismática Vieira, 14ª. edição, 2012
Bentes extraido do Catálogo Bentes - Moedas Brasileiras, de Rodrigo Maldonado, 1ª. edição, 2013
Fontes dos códigos de referência das moedas:
KM#, Standard Catalog of World Coins, Krause-Mishler, 2014
CRMB, deste site, Código de Referência das Moedas Brasileiras
Prober, Catálogo das Moedas Brasileiras, Kurt Prober, 3ª. edição, 1981
Amato, Livro das Moedas do Brasil, Amato/Neves/Russo, 12ª ed., 2009
Bentes, Catálogo Bentes, Rodrigo Maldonado, 1ª. edição, 2013

Reportar erros. Clique aqui!

Moedas Brasileiras / Moedas do Brasil / MoedasDoBrasil
Copyright © 2011-2024 Netfenix  -